quarta-feira, 9 de março de 2016

O silêncio ensurdecedor


O escritor Ernani Só faz a apresentação de Finalmente hoje, o meu próximo livro de contos e, em um trecho do texto, ele afirma: "Em Finalmente hoje, temos de novo o satirista implacável, mas ao dissimular mais o seu riso, ele se torna mais eficaz. Talvez seja duro engolir a burrice e o ridículo de certos personagens, em alguns contos, só que eles são tão humanos, tão nós mesmos, que são melancólicos. Em contos como 'Pimenteira' ou 'Finalmente hoje', por exemplo, Marcio Renato dos Santos consegue um feito raro em termos de humor: ele deixa o leitor no meio do proverbial silêncio ensurdecedor."

Religare, salve Marquinhos Diet!


terça-feira, 8 de março de 2016