segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Finalmente hoje


Alex Tomé lê Finalmente hoje

O escritor Alex Tomé leu Finalmente hoje e escreveu o seguinte:

Bom dia, Marcio. Escrevo para "falar" do seu livro. "Finalmente Hoje" sangra e nos faz sangrar. Parece haver dois movimentos paralelos nos contos que compõem esse fascinante volume. Um movimento interno em que as coisas acontecem e um externo absurdamente mundano. Em "Pimenteira" há uma promoção que só ocorre na cabeça de Pericles, ele elucubra, sonha, agoniza. De real mesmo apenas uma pimenteira que seca por motivos alheios ao que ele tanto delira. E assim outros contos vão na mesma toada como "O segredo do casamento". Esse movimento contrário de forças percorre a obra como em "Feliciano" em que Jair (Bolsonaro?) à medida que sacaneia colegas de trabalho é traído pelo chefe e a amante. Seu livro é demasiadamente humano, portanto, doloroso, engraçado e visceral. Por fim destaco "Não dá pra segurar" que tem uma fluência narrativa perfeita e quando estamos íntimos do personagem e da narrativa, o conto termina em abrupto com uma espiral de possibilidades e questionamentos. Um conto e tanto de um livro memorável.

Obrigado, Alex, pela generosidade. Grande abraço.


sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Um pouco mais ao sul

Neste sábado (19), Luiz Rebinski autografa o romance Um pouco mais ao sul no Bar Ornitorrinco (R. Benjamin Constant, 400, centro, Curitiba). A sessão de autógrafos tem início às 18h30 e, a partir das 19 horas, Fábio Elias interpreta canções autorais, de sua banda Relespública e clássicos do rock and roll. Entrada franca Mais informações: (41) 8834-9308.

terça-feira, 15 de novembro de 2016

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Com Valter Hugo Mãe

Com o Valter Hugo Mãe na Livrarias Curitiba do Shopping Palladium, na noite de 10 de novembro de 2016.